Não deixe de divulgar e curtir o fórum!
Últimos assuntos
» Saudades fórum.
Sex 31 Ago 2018, 18:37 por Samanteling

» Alguem ai?
Qui 16 Jul 2015, 01:40 por Jaime

» O que aconteceu com o fórum?
Seg 20 Out 2014, 13:41 por Red

» Início de Jornada - Peça seu 1° Pokemon aqui
Sex 15 Ago 2014, 20:50 por tiffanylima1122

» Pokemon Gold Great Adventures
Ter 27 Maio 2014, 17:44 por Brendan

» pokemon KANTO
Qui 06 Fev 2014, 19:45 por jdestroie

» ja pedi meu pokemom
Qui 23 Jan 2014, 17:46 por gtps321

» Pokemon White e Black
Qui 25 Jul 2013, 09:21 por patrick do prado

» BURN, PHIFF, BURN!
Seg 22 Jul 2013, 17:17 por Burn Phiff

Os membros mais ativos do mês

Os membros mais ativos da semana


Twilight and Dawn

Ir em baixo

Twilight and Dawn

Mensagem por Haku em Qua 04 Abr 2012, 09:07

Título: Twilight and Dawn
Autora: Haku
Tema: CDZ e Pokémon
Gênero: Ação, Amizade, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Romance, Shounen-ai, Universo Alternativo;




PRÓLOGO


cinco anos atrás...

– Ei Shun, não chora - pediu o irmão, ao ver o caçula ajoelhado embaixo do velho carvalho, os braços em torno das pernas, com a cabeça escondida ali.


Podia escutar, mesmo que de forma abafada, o choro do caçula, e isso era algo que não lhe agradava em nada.


– Vo... Você vai embora! - acusou o menino chorando, enquanto erguia a cabeça para o irmão mais velho, revelando as íris verdes molhadas pelas lagrimas. - Você vai me deixar!


– Shun... Não faz isso... - pediu, ajoelhando-se ao lado do irmão e o abraçando com carinho, deixando que ele chorasse contra seu peito. - Se eu pudesse, eu juro que te levava comigo. Mas você ainda é pequeno demais pra sair em uma jornada.


– Por que você não fica comigo, Ikki, até eu poder ir? - indagou, erguendo os olhos chorões para o irmão. - Hein?


– Eu não posso Shun... Sinto muito, mas eu tenho que ir - disse, dando um beijo na testa do irmão. - Mas eu prometo que quando você tiver idade, vamos viajar juntos! É só esperar mais alguns anos, eu juro.


– Jura? Jura mesmo? - indagou o menor, sorrindo cheio de esperanças naquele simples promessa.


– Aham, eu juro. Dou a minha palavra de treinador Pokémon. Daqui cinco anos, vamos viajar juntos! - disse, estendendo o dedo mindinho para o irmão, que não pensou duas vezes em pegá-lo, firmando aquela promessa. - Agora eu tenho que ir. O Milo e o Ângelo estão me esperando.


– Tá bom... - concordou, mesmo não querendo que o outro fosse. - Nii-san... Não esquece... Você prometeu!


– Eu não vou - garantiu, sorrindo para o menino e se levantando, antes de sair correndo para junto de seus amigos, que o esperavam ao pé da colina, onde havia encontrado o irmão.


Shun engatinhou pelo chão, até conseguir ver o irmão com os dois amigos. Estava decidido a se tornar um treinador para poder viajar com Ikki. Não importava como! Seria um treinador Pokémon!
avatar
Haku
Treinador Avançado
Treinador Avançado

Mensagens : 201
Data de inscrição : 26/02/2012
Idade : 25
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 400

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Rafaielll em Qua 04 Abr 2012, 12:03

Parece ser um bom começo Haku.

Só uma pergunta você vai dar vagas pra sua fic porquê gosto de aventuras de pokemons e eu queria participar.
avatar
Rafaielll
Treinador Avançado
Treinador Avançado

Mensagens : 244
Data de inscrição : 25/01/2012
Idade : 19
Localização : Por ai.
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 2500

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Haku em Qua 04 Abr 2012, 12:25

futuramente eu pretendo abrir vagas para lideres de ginásios e rivais de contests^^
Quando chegar a hora, colocarei o anuncio aqui mesmo =D
avatar
Haku
Treinador Avançado
Treinador Avançado

Mensagens : 201
Data de inscrição : 26/02/2012
Idade : 25
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 400

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Haku em Sex 06 Abr 2012, 14:25

CAPITULO 1
Quebra de Promessa




Yuuko subiu as escadas para o quarto de seu filho com calma. Aquele era um dia especial para seu filho caçula, Shun, que havia enfim completado 10 anos, e agora poderia seguir em uma jornada Pokémon. Seu filho mais velho, Ikki, já viajava pelo mundo há cinco anos, ligando poucas vezes, e sempre que ligava era para saber como estava o irmão caçula, ao qual sempre havia sido muito apegado.

Ikki, com 15 anos, mais parecia ter 20. Sendo um homem alto, forte, de pele morena e olhos azuis turvos. Da última vez que havia visto o filho, Yuuko percebeu que ele havia ganhado uma pequena cicatriz no nariz. Segundo ele, foi o resultado de um ataque que havia sofrido de um Ursaring. Apesar dele e Shun serem irmãos, eram completamente diferentes. Enquanto Ikki era bruto e forte, Shun era gentil e delicado. Imaginava que tipo de treinador seu menino se tornaria. Isso só o tempo seria capaz de dizer, afinal.

Chegou a frente à porta do quarto de Shun e bateu na porta, até escutar um “pode entrar”, um pouco abafado. Quando abriu a porta, encontrou seu filho terminando de trançar os cabelos longos, sentado na cama de solteiro. Ao lado deste já havia uma mochila azul e um lenço de seda azul.

– Ah, vejo que acordou cedo e que já está pronto para ir – disse Yuuko, sorrindo abertamente para o filho, vendo-o pegar o lenço e amarrá-lo no pescoço.

– Sim, estava muito ansioso para dormir, ou fazer qualquer outra coisa – alegou, se levantando da cama e colocando a mochila nas costas.

– Bem, se não pode mais esperar, então vá logo – disse, sorrindo e abraçando o filho, lhe dando um suave beijo na testa. – Prometa me ligar e tentar não se meter em muitas confusões.

– Eu prometo – respondeu, abraçando Yuuko, antes de se afastar com um sorriso nos lábios.

Saíram do quarto e Yuuko o acompanhou até a porta. Viu seu filho se afastando, e volta e meia ele se virava para lhe abanar a mão.

– Boa sorte, meu menino – desejou, vendo-o se afastar cada vez mais.

~*~

Shun estava se sentindo com tanta energia que mal conseguia se conter. Hora corria, hora andava. Desde que Ikki havia saído de casa para se tornar um treinador Pokémon, ele havia cultivado o desejo de seguir o irmão em uma jornada cheia de aventuras e surpresas. Mas com o tempo, havia crescido e cultivados sonhos próprios, mas diretamente ligados ao mundo de aventuras que cercava os Pokémons.

Demorou mais ou menos vinte minutos para que avistasse o laboratório do prof. Koga. Era uma casa grande de paredes brancas e telhado marrom, que ficava no topo de uma grande colina verde.

Com grande ansiedade, correu, subindo a longa escadaria que levava até a porta do laboratório. Quando chegou ali, locou a campainha que fez um barulho semelhante ao de um Whismur gritando.

Não demorou muito para que um senhor de meia idade, de estatura baixa e um pouco acima do peso abrisse a porta. Ele usava um jaleco brando sobre a roupa, uma camisa verde abacate e uma calça social preta. Os olhos negros do homem se nos fixaram de Shun por um momento, até que ele puxou os óculos de dentro do bolso do jaleco, para depois olhar para o menino novamente.

– Ah! É você, jovem Shun! – exclamou, sorrindo ao ver o menino. – Não o esperava tão cedo. Vamos, entre!

– Obrigado, prof. Koga – agradeceu Shun, entrando e rindo internamente.

Koga era um antigo amigo de sua família, praticamente o tinha como seu avô. Costumava rir muito das situações que Koga lhe relatava, muitas envolvendo seu esquecimento de por os óculos, sem os quais não enxergava praticamente nada.

– Você parece ansioso – comentou Koga, guiando o menino até a sala de estar, fazendo um gesto mudo para que este se sentasse.

– Estou mesmo. Mal posso esperar para escolher o meu primeiro Pokémon – falou, sorrindo abertamente.

– Ora, mas então não espere – respondeu Koga, sorrindo de forma matreira e entregando um livro de tamanho médio para Shun. – Aí estão às fotos dos Pokémon que tenho disponíveis hoje, pode olhar e escolher com calma.

– Obrigado – agradeceu Shun, aceitando o livro, começando a folheá-lo calmamente.

Diferente dos demais especialistas em sua área, Koga pensava que um treinador deveria ter mais opções do que apenas os três tipos comuns: água, grama e fogo. Por esse motivo, sempre preparava levas grandes de Pokémon bebês de todos os tipos e espécies. Por esse motivo, muitos treinadores vinham de outras regiões para começar ali, na tão afastada cidade de Winttyl.

– Pretende ir atrás do seu irmão depois? – indagou Koga, aparecendo na sala novamente, com uma bandeja com duas xicaras de chás, colocando uma diante de Shun. – É de morango com hortelã.

– Obrigado – agradeceu Shun, bebendo um pouco do chá quente, suspirando com o sabor que tanto gostava. – Não sei se terei coragem, ou até mesmo condições de ir atrás de Ikki agora. Ele está a cinco anos viajando pelo mundo, acho que eu sendo um novato só o atrapalharia.

– Ora, mas ser novato não é crime nenhum! Todos os grandes mestres já foram novatos um dia! – alegou Koga, fazendo com que o mais novo risse. – Ah… mas seu irmão sendo do jeito que é… é bem capaz dele se irritar com coisas bobas.

– Verdade… - falou, parando de folhear o livro, olhando fixamente para a imagem de um Houndour.

– Parece que foi ontem que ele apareceu aqui, escolhendo o Houndour como seu primeiro Pokémon – comentou Koga, vendo a pagina em que Shun havia parado. – Pretende escolher o mesmo que ele?

– Não… - negou, continuando a procurar pelo livro. – Ikki se especializou nos Pokémon do tipo Escuro… creio que esse não seja o tipo que mais combine comigo.

– Pois em minha opinião, qualquer Pokémon combina com qualquer treinador, basta haver respeito mutuo entre os dois – alegou Koga, vendo o menino sorrir.

Shun sorriu e voltou seus olhos, olhando para uma das fotos por bom tempo. Ali mostrava um pequeno Poliwag. Era um Pokémon pequeno, redondo, de um tom azul. Sua barriga era branca, possuindo uma espiral preta, uma longa cauda branca. A boquinha vermelha era um ‘charme’ na opinião de Shun.

– Vou querer esse – falou, mostrando a foto a Koga, que pegou o livro e analisou a escolha do menino.

– Bem… espero que não mude de ideia depois de vê-lo – disse, suspirando e se levantando, indo pegar a pokébola do Poliwag.

– Ahm? Por que diz isso? – indagou Shun, se levantando e se preparando para seguir o mais velho, mas antes que pudesse fazê-lo, Koga já retornava com uma pokébola em mãos.

– Digo isso, porque esse Poliwag é diferente – alegou, liberando o Pokémon de dentro da pokébola.

Shun observou o Pokémon sair e assim que ele o fez, viu logo onde estava a diferença que o professor havia alegado. Enquanto o Poliwag exibido na foto era de um tom azul escuro, aquele diante de si era de um tom azul claro e parecia relativamente menor do que deveria ser.

– Ele é o que muitos chamam de Pokémon Shiny – explicou Koga, vendo que Shun havia se ajoelhado para olhar o pequeno Pokémon de perto. – Normalmente, a única coisa que o diferencia de um Pokémon comum, é a sua cor. Mas eles também possuem resistência maior do que a dos Pokémon comuns.

Shun olhou para Koga, antes de voltar seus olhos para o Pokémon que ainda lhe analisava curioso. Sorriu e erguendo as duas mãos pegou-o e ergueu no alto.

– Pois eu te acho mais bonitinho dessa cor! – falou sorrindo abertamente, não vendo a expressão de Koga se suavizar. – Você quer vir comigo, Poliwag?

Sua resposta foi um suave 'Poli', acompanhado com um sorriso do pequeno Pokémon.

– Haha… eu sabia que você era especial, Shun! – exclamou Koga, sorrindo abertamente para o menino, lhe estendo uma caixinha com cinco pokébolas e a pokédex. – Aqui, suas pokébolas e a pokédex.

– Obrigado – agradeceu, soltando o Pokémon para pegar o que lhe era entregue.

– E aqui está a pokébola do Poliwag – disse, entregando a pokébola para o mais novo. – Você pode ter consigo até seis Pokémon.

– Okay – concordou Shun, guardando a pokébola e apontando a pokédex para o pequeno Poliwag.



“Poliwag, o girino Pokémon. Apesar da ausência de braços, sua cauda o torna um excelente nadador.”

Shun guardou a pokédex e olhou para o pequeno Pokémon a sua frente.

– Quer ficar aqui fora comigo? – indagou, vendo-o acenar afirmativamente, antes de pular para os braços de Shun, que riu e olhou para Koga que sorria de forma gentil. – Obriga por tudo, professor.

– Não me agradeça, Shun, pois eu não fiz nada demais – disse, sorrindo abertamente. – De agora em diante, você é um treinador Pokémon, e deve se preparar para muitos desafios, pois esse caminho não é fácil.

– Eu sei… e eu estou pronto – disse, sorrindo abertamente.

Despediu-se de Koga e saiu do laboratório com o pequeno Pokémon aquático em seus braços. Mas em sua mente, um pequeno flash de uma promessa antiga.

– Me perdoe, Ikki, mas serei eu a quebrar a nossa promessa – pensou, sabendo que ainda não era a hora de voltar a encontrar o irmão. – Mas quando eu estiver mais forte, eu vou te encontrar sim, nii-san! E vamos viajar juntos!

CONTINUA NO PRÓXIMO CAPÍTULO
avatar
Haku
Treinador Avançado
Treinador Avançado

Mensagens : 201
Data de inscrição : 26/02/2012
Idade : 25
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 400

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Rafaielll em Sex 06 Abr 2012, 14:38

Haku gostei do começo achei bem legal.
avatar
Rafaielll
Treinador Avançado
Treinador Avançado

Mensagens : 244
Data de inscrição : 25/01/2012
Idade : 19
Localização : Por ai.
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 2500

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Haku em Dom 15 Abr 2012, 10:01

Que bom que está gostando^^
Pretendo postar o próximo cap ainda hoje
Kisses
avatar
Haku
Treinador Avançado
Treinador Avançado

Mensagens : 201
Data de inscrição : 26/02/2012
Idade : 25
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 400

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Charlees-' em Dom 15 Abr 2012, 11:12

Realmente está muito legal menos,eu gostei de ver o capítulo bem longo.
Quero ver o próximo :D
avatar
Charlees-'
Treinador Iniciante
Treinador Iniciante

Mensagens : 11
Data de inscrição : 14/04/2012
Idade : 21
Localização : Mauá City
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 700

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Haku em Dom 15 Abr 2012, 13:02

CAPITULO 2
Um Amigo



Shun suspirou, parando de caminhar se encostando a uma das muitas árvores da floresta de Liccenty. Havia caminhado por três horas e já estava realmente cansado. Poliwag, que lhe seguia fora da pokébola desde que havia saído do laboratório do professor Koga, parou na sua frente o olhando com ar curioso.

Com um pequeno sorriso, Shun se ajoelhou diante do Pokémon e acariciou a cabeça do mesmo.

– Estou cansado de caminhar – explicou, sorrindo abertamente, olhando para o alto, onde podia ver o céu azul brilhante. – Vamos descansar um pouco. Está com fome?

O pequeno Pokémon soltou uma exclamação, começando a dar pequenos pulinhos na frente de Shun, fazendo com que ele risse.

Em silêncio, Shun começou a ajeitar as coisas para que os dois parassem para descansar e comer. Estendeu uma toalha de mesa no chão, onde se sentou para não sujar a calça branca, tirou uma pequena tigela azul de dentro na mochila, onde colocou uma boa quantidade de comida Pokémon, a qual o pequeno Poliwag comeu deliciado.

Enquanto o Pokémon comia, Shun pegou um sanduíche de salada de batata com frutas e um copo de suco de Sitrus. Comendo enquanto olhava para o céu azul de forma vaga, imaginando como faria para ficar mais forte daquele momento em diante.

Para um treinador Pokémon, o que não faltavam era opções de como ficar mais forte. Mas na verdade, o único meio que conseguia ver eram os das batalhas de ginásio, o mesmo caminho escolhido por Ikki… No entanto, eram tão diferentes que não tinha certeza se deveria ou não escolher o mesmo caminho.

– Poliwag… Você conhece alguma coisa sobre treino Pokémon? – indagou, vendo o Pokémon erguer a cabeça, com a boca cheia de comida, para lhe acenar negativamente, para logo voltar a atacar a refeição. – Entendo… Você viveu esse tempo todo no laboratório do prof. Koga… Bem… Eu também não sei muita coisa, mas acho que o básico é capturar mais Pokémon, não é? – indagou, sorrindo abertamente.

Poliwag ergueu a cabeça concordando, para depois terminar de comer. Shun suspirou e olhou para o alto, como se assim fosse encontrar as respostas para os seus problemas. Quando o fez, porém, se assustou ao ver alguma coisa caindo.

O que parecia ser um monte de folhas caiu sobre sua cabeça, fazendo-o gemer de dor. Abriu os olhos e viu que aquilo, na verdade, era um Pokémon. Ele era realmente pequeno, não deveria ter mais que vinte centímetros, o rosto cinza e o corpo coberto de folhas, com uma espécie de “mola” saindo do topo de sua cabeça, e o que deveria ser os pés, eram dois finos galhos.

– O que é isso? – indagou-se, tirando a pokédex do bolso e apontando para o Pokémon.


“Burmy, um saco mariposa Pokémon. Ele cobre seu corpo com uma capa de folhas para se proteger do frio.”

– Um Pokémon inseto… – murmurou para si mesmo, como se pensasse em algo. – Parece um bom meio de começar. Poliwag use o Duplo Tapa!

Ao escutar a ordem de Shun, Poliwag se virou para o Pokémon inseto, saltando na direção do mesmo, pronto para acertá-lo com a cauda, mas ao ver que seria atacado, o pequeno Burmy correu em direção à floresta, fugindo do ataque.

– Ah! Não vai fugir não! – exclamou Shun, erguendo-se do chão e pegando a mochila, saindo correndo na direção que o Pokémon havia ido, sendo seguido por Poliwag.

Era difícil correr na mata fechada, mas ele estava decidido. Não podia deixar que o pequeno Burmy fugisse assim. Para sua surpresa, Poliwag parecia tão motivado quanto ele, mostrando uma boa agilidade ao pular sobre os arbustos, desviando dos pequenos obstáculos.

Mas uma coisa Shun não esperava. Quando passou pela floresta, acabou escorregando e caindo pelo barranco.

Fechou os olhos com força, já esperando o impacto com o solo. Mas estranhamente, este foi suavizado por alguma coisa. Abriu os olhos para ver o que havia acontecido, e se encontrou sobre outra pessoa. Era um garoto de cabelos loiros curtos e olhos verdes, a pele morena de sol. Parado ao lado dele, estava um Pokémon inseto grande, de mais ou menos um metro e meio de altura, semelhante a um besouro azul escuro, com os olhos amarelos.

Poliwag desceu o barranco preocupado, de forma lenta pelo barranco, parando ao lado do treinador, que se levantava, assim como o loiro.

– Ai... Eu estou bem... Só um pouco dolorido – respondeu, com um pouco de dificuldade, antes de olhar para o garoto que havia ‘atropelado’. – Me desculpe! Eu…

– Ai… Está tudo bem… – falou ele, sorrindo de forma fraca. – Você se machucou?

– Er… Não – respondeu um pouco envergonhado por ter caído em cima de um desconhecido.

Shun olhou para o outro, vendo que ele usava uma calça jeans simples, e uma camisa azul claro, caída, ao lado do mesmo, estava uma mochila marrom. Com dificuldade, os dois se levantaram sobre o olhar preocupado dos Pokémon.

– Eu estou bem, Heracross – escutou o outro dizendo ao Pokémon, que o ajudava a se levantar.

– Realmente, me desculpe por isso – pediu, olhando para o outro. – Eu não…

– Calma, eu já disse que está tudo bem – afirmou, sorrindo para o mais novo. – Sou Aiolia, e você?

– Shun – respondeu, estendendo a mão para cumprimentar o loiro.

– Prazer, mas… Por que você estava correndo? – indagou, olhando para o menor com ar interrogativo.

– Eu estava perseguindo um Burmy – explicou, sorrindo envergonhado. – Mas ele fugiu…

– Hm… Você é novato, não é? – indagou, vendo a forma como o outro agia.

– É sou sim… E você? – indagou, para depois ver a pergunta idiota que havia feito, pois era óbvio que Aiolia era experiente.

– Já viajo há seis anos – respondeu, indicando que realmente era experiente. – Você disse que estava atrás de um Burmy, não é mesmo?

– Sim, mas ele fugiu – respondeu, sentindo-se bobo por ter perdido seu primeiro Pokémon capturado.

– Ah… Aposto que é o seu primeiro Pokémon capturado, não é? – indagou Aiolia, com um sorriso de quem se lembrava de algo bom. – Não há coisa mais incrível do que capturar seu primeiro Pokémon. Eu me lembro do quanto foi duro conseguir o meu... Já sei! O que você acha de eu te ajudar?

– Ahm? Me… Ajudar? – indagou um pouco surpreso com a proposta que o outro havia lhe feito.

– Isso mesmo. Eu sei de um jeito perfeito de atrair um Burmy – explicou, pegando a mochila que ainda se encontrava jogada no chão e começando a procurar dentro dela.

– Eto… Eu não sei se devo aceitar isso… – murmurou, lançando um olhar a Poliwag, como se pedisse para que ele dissesse algo.

– Ora, deixa disso. Pode deixar tudo com o senpai aqui – falou, olhando para Shun e piscando um dos olhos, para fazer o garoto ter mais confiança.

– Hm… Então tá… – concordou um pouco corado com a forma que o outro havia usado para se expressar.

– Okay… Onde está… – murmurou consigo mesmo, voltando sua atenção para sua própria mochila. – Eu tenho certeza de que ainda tinha mais um… Hm… Ah! Encontrei! – exclamou, tirando um pote de vidro de dentro da mochila.

Shun olhou curioso para o pote, que continha um liquido dourado. Não se lembrava de já ter visto algo daquela cor.

– O que é isso? – indagou, inclinando-se mais para perto pra poder ver melhor.

– Isso aqui é o mais puro mel de Combee – explicou, sorrindo de forma orgulhosa, enquanto destampava o pote e oferecia para Shun. – Vamos, experimente.

Curioso, Shun levou a ponta do dedo indicador até o conteúdo do pote, sentindo que o liquido era um pouco pegajoso. Quando o ergueu novamente, havia uma camada fina do liquido em seu dedo. Rapidamente, o levou a boca, provando do mel. Ao sentir o sabor extremamente doce, suspirou satisfeito.

– É delicioso! – exclamou, sorrindo abertamente.

– Aham, e não são apenas os humanos que acham o mel de Combee delicioso – explicou Aiolia, fechando o pote e se levantando, jogando a mochila nas costas. – Os Pokémon também o adoram. Com isso, certamente vamos atrair um Burmy para você.

Shun não disse mais nada, seguiu com Aiolia para dentro da floresta em silencio. Observava o modo como o mais velho parecia seguro a cada passo que dava. Realmente, ele era um verdadeiro treinador, seguro de si e de seus Pokémon. Demoraria ainda um pouco para adquirir segurança, e sabia que faltava muito para conseguir aquele tipo de certeza em suas atitudes.

Pararam em frente a uma árvore de grande porte, que se curvava sutilmente a favor do vento. Curioso, Shun viu Aiolia de aproximar da árvore e espalhar o liquido dourado na casca, para depois se afastar.

– Vem, vamos nos esconder agora – disse, puxando Shun pelo braço, até ficarem atrás de alguns arbustos, agachados.

– Por que estamos nos escondendo? – indagou Shun, sussurrando baixinho.

– Ora, não é óbvio? Assim podemos esperar que o Burmy apareça sem que ele perceba a nossa presença – explicou, sorrindo abertamente.

– Hm… – suspirou um pouco constrangido por não ter notado algo tão óbvio.

Para não pensar mais nisso, Shun voltou às orbes verdes em direção à árvore, olhando-a com atenção. Sentia que Poliwag também estava animado ao seu lado, provavelmente ansioso para batalharem.

Passou-se o que parecia ser uma eternidade para o menor, que já fechava os punhos ansioso, até que finalmente escutaram um barulho de folhas se mexendo.

Shun ergueu-se um pouco para ver melhor, foi quando viu um pequeno Burmy se aproximando da árvore onde estava o mel. Fez menção de se levantar para pegar o pequeno inseto, mas a mão firme de Aiolos o impediu rapidamente.

– Ainda não – sussurrou o loiro, fazendo com que Shun voltasse a se abaixar e observar o Pokémon.

Shun concordou, olhando para o lugar onde estava o pequeno inseto. Viu que ele havia se aproximado da árvore e agora lambia o mel com satisfação. O menor achou aquilo engraçado, ao ver a pequena língua lamber tão rapidamente o liquido dourado.

– Pode ir… – avisou Aiolia, em um tom baixo para não chamar a atenção do Pokémon.

Shun concordou e se levantou, saindo de trás da pedra. No momento em que saiu, o pequeno Burmy notou sua presença, já se preparando para fugir.

– Não o deixe fugir! – exclamou Aiolos, saindo de trás da pedra.

– Certo, Poliwag, Rajada de Bolhas! – mandou Shun, decidido a não vacilar naquele momento.

Poliwag saltou na direção do pequeno inseto, disparando uma poderosa rajada de bolhas azuis de sua boca, que impediram a passagem do Pokémon.

– Agora, acerte ele com o Duplo Tapa! – mandou Shun, feliz e ter conseguido segurar o Pokémon.

No momento em que Poliwag saltou para atingir Burmy com sua cauda, o pequeno Pokémon contra-atacou com uma rajada de esferas luminosas, que acabaram desequilibrando o Pokémon d’água, fazendo com que caísse no chão.

– Ahm? O que foi isso? – indagou Shun, surpreso pelo ataque.

– Se chama Poder Oculto – falou Aiolia, também surpreso pelo Pokémon saber aquele ataque. – Não se abale, Shun. Continue firme. Ataque sem medo!

– Tá… Poliwag, Rajada de Bolhas! – mandou. Seu tom mais firme e seguro parecia que as palavras de Aiolia o havia incentivado a agir.

Poliwag puxou o ar com força, liberando um ataque mais forte que o último, acertando em cheio o pequeno inseto que precisou de muita força para conseguir se manter firme.

– Continue! – exclamou Aiolia, animado ao ver que Shun e Poliwag estavam conseguindo.

– Certo, Poliwag, Duplo Tapa! – mandou Shun, sentindo seu interior se animando com o decorrer da luta.

Com uma grade rapidez, Poliwag acertou Burmy diversos golpes sucessivos com a cauda, fazendo com que o Pokémon balançasse.

– Termine com o Jato D’água! – ordenou, sentindo que a batalha já iria acabar.

Com um poderoso jato d’água, Poliwag acertou o outro, lançando-o para longe o deixando tonto com o ataque.

– Rápido, use a pokébola! – falou Aiolia, sorrindo abertamente.

Shun tirou a pokébola da mochila, armando-a e a lançou na direção do Pokémon. A pokébola se abriu, puxando o Pokémon para dentro para se fechar novamente.

Com a respiração trancada, Shun observou a pokébola balançar de um lado para o outro, até que liberou um brilho e parou, indicando que o Pokémon havia sido capturado com sucesso.

De forma lenta, ainda sem acreditar, Shun se aproximou da pokébola a pegando do chão, olhando-a com grande fascínio.

– Parabéns, Shun – declarou Aiolia, sorrindo para o garoto, que olhava fixamente para a pokébola.

– Eu… Eu capturei, mesmo? – indagou, olhando pra pokébola sem acreditar.

– Aham, e pelo o que e notei, não falta muito para esse Burmy evoluir – comentou, vendo os olhos verdes se arregalarem em espanto. – Burmy só pode usar o ataque Poder Oculto quando ele está prestes a evoluir.

– Nossa… Eu… Para qual Pokémon ele evolui? – indagou, olhando para Aiolia de forma curiosa.

– Se for fêmea, evolui para Wormadam, se for macho, evolui para Mothim – explicou. – O que acha de batalhar contra um dos meus Pokémons para que o Burmy evolua?

– Eu… Eto… Eu não sei… – murmurou um tanto que inseguro afinal, o que sabia sobre batalhas?

– Ora, vamos, Shun. Vai ser bom para você e para o seu Pokémon – insistiu Aiolia, sorrindo abertamente.

– Hm… Se você diz… – concordou ainda um pouco inseguro.

Os dois se posicionaram afastados um pouco mais de dois metros um do outro. Shun imaginou se Aiolia iria usar Heracross, mas logo percebeu que não, ao ver que ele tirava uma pokébola de dentro do bolso da calça.

– Certo, eu conto com você! Scyther! – falou, lançando a pokébola, que se abriu, liberando o Pokémon.

Shun viu um Pokémon de mais ou menos um metro e meio verde, semelhando a um gafanhoto verde, com um par de laminas que pareciam ser muito afiadas. Quando ele se viu fora da pokébola, ergueu as laminas para o alto, soltou um rugido, parecendo ansioso pela batalha.

– Scyther? – indagou para si mesmo, tirando a pokédex do bolso.


“Scyther, o louva-deus Pokémon. Suas garras são afiadas como espadas. É raramente visto por humanos e quase nunca é capturado.”

– Eu peguei esse Scyther há três semanas – comentou Aiolia, vendo o olhar admirado de Shun. – Ele ainda é um “filhote”, mas é bem forte. Acho que vai ser um bom oponente para o Burmy. Você já sabe os ataques que ele tem?

– Er… Não sei todos… – murmurou envergonhado.

– É só usar a sua pokédex para analisar a pokébola do Burmy – explicou, sorrindo com o modo como o garoto parecia se envergonhar com facilidade.

– Ahm… Certo… – concordou, tirando a pokébola de Burmy do bolso e a colocando sob o escâner da pokédex.

“Pokébola torneio. Burmy. Seus movimentos utilizados: Proteção, Investida, Picada de Inseto e Poder Oculto.”

– Agora o chame para fora – instruiu Aiolia, gostando de ter que guiar o menor em sua primeira vez.

– Ok… Burmy, saia! – falou, permitindo que o Pokémon saísse da pokébola.

Burmy olhou para todos os lados, parecendo um pouco confuso, mas quando viu Shun e, logo depois, o Scyther posicionado a sua frente de forma ameaçadora, entendeu. Havia sido capturado e agora estava diante de uma batalha, na qual seu novo treinador o havia escolhido para lutar.

– Okay, tudo bem se eu me mexer primeiro, Shun? – indagou, querendo deixar o menor mais a vontade com a situação.

– Aham… – concordou, afinal, não queria ser o primeiro, pois nem sabia o que fazer.

– Scyther, Ataque Rápido! – mandou, esperando que Shun reagisse ao ataque.

Shun observou Scyther se aproximar em uma velocidade incrível de Burmy, e por um momento, parecia que tudo tinha desaparecido ao seu redor... Parecia que não havia mais nada. Não havia Aiolia… Não havia floresta… Não havia Burmy… Era como se fosse apenas ele… E aquele Scyther que vinha em sua direção, pronto para atacar. O que se seguiu foi algo tão instintivo, que Shun não percebeu.

– Proteção! – gritou, só então notando que havia acabado de dar o comando ao seu próprio Pokémon.

Uma esfera azul brilhante surgiu em torno de Burmy, protegendo-o do ataque iminente que sofreria. O movimento de defesa havia sido tão rápido, que Scyther não havia conseguido deter o ataque, colidindo com a barreira e sendo lançado para trás.

Tenho que atacar! – pensou Shun, sentindo seu interior vibrando naquele momento. – Burmy, Poder Oculto!

As esferas luminosas surgiram, rodeando o corpo o pequeno inseto para que logo fossem disparadas na direção de Scyther, que ainda se recuperava do baque que o próprio ataque havia causado.

– Scyther, desvie! – mandou Aiolia, mas não deu tempo.

As esferas atingiram Scyther, fazendo com que ele caísse no chão. Mas, como o próprio loiro já esperava, seu Pokémon se levantou parecendo ainda mais motivado para continuar a luta. Havia sido por aquele espírito lutador que ele desejou tanto capturar o Pokémon louva-deus.

– Scyther, Corte Fúria! – mandou mais seguro em relação a batalhar a sério.

– Burmy, desvie e use a investida! – ordenou Shun, sentindo uma agitação em seu interior que nunca havia sentido antes.

Para a surpresa de Aiolia, o pequeno inseto conseguiu se desviar facilmente das lâminas afiadas de Scyther, para depois contra atacá-lo, arremessando o próprio corpo contra o Pokémon.

Viu o Pokémon louva-deus cair de joelhos, mantendo-se firma com o apoio das lâminas que haviam sido cravadas no chão. Era incrível a forma como o jovem Scyther conseguia persistir em uma luta, e a energia de Burmy também era louvável, confiando tanto nos instinto de um treinador com o qual ainda não tinha nenhum laço mais profundo. Aiolia estava verdadeiramente surpreso com isso, pois ele sabia o que era aquilo.

– Ótimo, Burmy, agora use… – Shun interrompeu sua fala naquele momento, ao ver que o corpo do pequeno Pokémon começava a brilhar.

Para seu espanto, viu o corpo de Burmy ficar envolto em uma intensa luz branca, começando a levitar diante de seus olhos. Houve um momento em que a luz ficou tão intensa, que forçou com que Shun e Aiolia fechassem os olhos para evitar que a luz os atingisse diretamente.

Momento depois, quando voltaram a abrir os olhos, Shun olhou para todos os lados e não havia qualquer sinal de seu Pokémon. Olhou para Aiolia, que tinha um sorriso amplo nos lábios, e ao ver os olhos verdes confusos, apontou para cima, mandando sem palavras que Shun levantasse a vista para o céu.

Seguindo o dedo de Aiolia, surpreendeu-se ao ver um Pokémon de mais ou menos 90 cm, com o corpinho em um tom cinza escuro com detalhes em laranja e longas asas de mariposa amarelas e laranjas. Sem pensar muito, tirou a pokédex de seu bolso, apontando para o Pokémon a sua frente.


“Mothim, a mariposa Pokémon. A forma evoluída do Burmy macho. Não tem um habitat particular, mas voa por todo o país buscando seu néctar preferido.”

– É, parece que eu estava certo – comentou Aiolia, observando Mothim voar até Shun, pousando delicadamente em sua cabeça. – Ele evoluiu para um Mothim. Parabéns, Shun.

- Obrigado por me ajudar, Aiolia - agradeceu, sorrindo abertamente, enquanto via Mothim pousar em sua cabeça.

- Não foi nada, Shun. Aproposito, você tem um ótimo Sincron - elogiou, sorrindo para o menor.

- Sincron... O que é isso? - indagou surpreso, sem entender.

- Você ainda é um novato, mas vai aprender logo - disse se virando e começando a se afastar. - Ah... Se você estiver com duvidas demais, vá para a cidade de New Freest. É por lá que você deve começar.

Shun observou enquanto via o loiro se afastar sem dizer nada. Ficou parado alguns momentos antes de escutar um "Poli" meio abafado, fazendo com que olhasse para baixo. Viu que Poliwag havia pego em sua mochila o pokénave que havia ganhado de sua mãe. Sorrio e o pegou, ativando-o e começando a procurar no mapa.

- Cidade de New Freest... - murmurou, enquanto estudava as rotas com atenção.

CONTINUA NO PRÓXIMO CAPÍTULO...

______________________________________________________
E estão abertas! Play
Inscrições para os seguintes papeis estão abertas, pessoal:
- rival
- líder de ginásio
- professor Pokémon

Para aqueles que querem ser rivais a ficha é essa:

Nome: (deve escolher um nome fictício e não pode ser o usado no site)
Pokémon Principal: (qualquer Pokémon, exceto os deuses)
Pokémon Secundários: (qualquer Pokémon que não seja raro, ou lendário)
História: (uma boa história sobre seus objetivos e um pouco sobre a personalidade)

Para Líderes de Ginásio:

Nome: (deve escolher um nome fictício e não pode ser o usado no site)
Pokémons que Usa: (um time de até 5 Pokémons, deve haver um padrão - tipo, habitat, forma, habilidade-)
Personalidade: (o jeito que age, ou se tem algum trauma, ou fobia)
História: (uma historia sobre como é a vida dele)

Para Professor Pokémon:

Nome: (deve escolher um nome fictício e não pode ser o usado no site)
No que é especialista: (evoluções, Pokémons antigos, etc...)
Pokémon que usa: (qualquer Pokémon, exceto lendários)
Personalidade: (o jeito que age, ou se tem algum trauma, ou fobia)
História: (uma historia sobre como é a vida dele)
avatar
Haku
Treinador Avançado
Treinador Avançado

Mensagens : 201
Data de inscrição : 26/02/2012
Idade : 25
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 400

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Charlees-' em Dom 15 Abr 2012, 13:17

Opa:D
Se tiver vaga:

Nome: (deve escolher um nome fictício e não pode ser o usado no site): Hewseen
No que é especialista: (evoluções, Pokémons antigos, etc...): Evoluções Pokemon
Pokémon que usa: (qualquer Pokémon, exceto lendários) : Ampharos
Personalidade: (o jeito que age, ou se tem algum trauma, ou fobia): É bem cauteloso,tem medo de se molhar
História: (uma historia sobre como é a vida dele):

Hewseen era um estudante bem popular,gostava muito de pokemons e curti muito os elétricos.Hewseen foi perdendo sua popularidade logo no final de sua carreira de estudante,pois estava ficando fanatico por pokemons e seus amigos ja não ligavam mais para ele.Ele cresceu e decidiu-se se tornar Professor Pokemon,foi ganhando qualidades com seu trabalho e focou-se a carreira nas evoluções dos pokemons.
avatar
Charlees-'
Treinador Iniciante
Treinador Iniciante

Mensagens : 11
Data de inscrição : 14/04/2012
Idade : 21
Localização : Mauá City
PokeRules :
100 / 100100 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 700

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por fndvdv em Dom 15 Abr 2012, 22:07

Nome: Lance.
Pokémon Principal: Staraptor.
Pokémon Secundários: Rosélia, Arcanine, Blastoise. ( Os outros fica a seu critério )
História: Um garoto que não gosta de ver ninguem que o supere. Também é arrogante com todos mas, adora seus pokémons como se fosse tudo em sua vida cheia de mistériosa.
Seus pais são desconhecidos, Lance, tem 12 anos e antes de iniciar sua jornada morava com seu primo, chamado de, Pryce.
avatar
fndvdv
Treinador Avançado
Treinador Avançado

Mensagens : 233
Data de inscrição : 08/09/2011
Idade : 20
Localização : Em qualquer lugar
PokeRules :
80 / 10080 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 1800

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por itachi em Seg 16 Abr 2012, 11:45

Lider de ginásio:

Nome: cody

Pokemon que usa: Umbreon-Tyranitar-Zoroark-Bisharp-Weavile

Personalidasde:é muito calado

História: Desde pequeno ele é calado.Quando criança foi abandonado E foi achado por pokemons tipo Dark.Ele só batalha a noite e somente usa golpes ofensivos.E desde pequeno tem um Darkray que só aparece uma vez por ano
avatar
itachi
Treinador Experiente

Mensagens : 528
Data de inscrição : 13/03/2011
Idade : 18
Localização : Procurando Ash para rir dele pois é um perdedor
PokeRules :
80 / 10080 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 3250

Ver perfil do usuário http://gpxplus.net/user/chato+22#pc

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Detona Detona em Seg 16 Abr 2012, 17:14

Nome: Riwven

Pokemon que usa: Turtwig-Metapod-Beedril-Spoink-Minccino-Victini-

Personalidade:É Um Garoto Inteligente Seu Sonho é Ser Um Mestre Pokemon Conquista Amigo Facil e é Muito Amigo do Seu Irmão Kwiven

História:Ele
É Um Garoto Engraçado,Odeia O Lider Cody (Desculpa aew Chato) Pôs Na Hora Da Escola Cody Zuava Ele Desde Pequeno Era Brincalhão Luta Taekwondo,Desde Pequeno Sonha em Ver Um Rayquasa Seu Pokemon Inicial Foi Um Turtwig Um Pokemon Especial Que Ganhou de Presente,Tem Uma AMiga Bem Legal com o Nome Kirna Que Morreu Por Causa de Um Darkrai Por Isso Só Gosta de Purlion e Suas Envoluções Desde Pequeno Sempre Que Matar Um Darkrai
avatar
Detona Detona
Treinador Pokémon
Treinador Pokémon

Mensagens : 87
Data de inscrição : 07/02/2012
Idade : 20
Localização : Aonde Tenha Sol
PokeRules :
90 / 10090 / 100


Ficha do Personagem
Pokémons Pokémons:
Mochila Mochila:
Dinheiro Dinheiro: 300£

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Twilight and Dawn

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum